Por Carol Souza Lima, em 26/12/2018, 5:33 pm

13 passos para não atrasar a sua cerimônia de casamento

Oi, Pessoal,

Tudo bem?

Acredito que um dos maiores pânicos das noivas seja ATRASAR a entrada na cerimônia e, consequentemente, PERDER TEMPO DE FESTA!


Mas, calma! Nem tudo está perdido e com pouca organização, você se previne para todos os imprevistos e curte o seu making of relaxada e, o melhor, aproveita a festa do início ao fim.


Quer ver como?


Vamos as principais dúvidas abaixo.


E ver o vídeo da semana no Youtube, basta clicar aqui e conferir tudo por lá, explicadinho, “ao vivo”.

Já baixou o meu e-book?
Clica aqui, baixe AGORA e aprenda a Organizar um Casamento Sozinha Sem Stress



1 – Que horas sair para o HOTEL?


Simule a sua IDA do HOTEL ao Local da Cerimônia, no mesmo dia da Semana e no mesmo horário. Assim você pode agendar como motorista que vai te buscar o horário certinho, com uma pequena margem.

Se o seu convite está marcado para as 17h, esteja (você, noiva!) no local da cerimônia às 17h.

Saia o tempo necessário antes do Hotel de forma que no horário do convite, você já esteja por lá, mesmo que a sua cerimônia esteja prevista para começar 30 minutos depois. Isso porque, o cerimonial pode começar a qualquer momento a partir da sua chegada, mas SEM você estar lá, ele antecipa algumas coisas, claro, mas não pode começar.

2 – Não se perca no andamento do seu dia…


Super normal a noiva ficar empolgadíssima no dia e perder a noção do tempo.

Não precise ficar neurótica olhando sem parar o relógio, mas controle BEM o horário para que você esteja pronta bem antes a ponto de conseguir se vestir com calma, pensar nos detalhes e descer para fazer as fotos posadas num local bonito do espaço onde você se arrumou.

Converse antes com o seu fotógrafo para saber o horário que ele precisa ter você liberada para as fotos posadas, e avise esse horário ao seu maquiasdor e cabeleireiro para que todos estejam no mesmo compasso.


3 – Limite o número de acompanhantes

Segure o seu impulso de ter com você todas as 10 madrinhas se arrumando no hotel. Isso certamente, gerará muito atraso.

O fato é que você vai estar pronta, mas a chance de desandar alguma coisa e uma delas atrasarem e não chegar a tempo para a cerimônia é grande, enorme, e você não vai querer começar a sua cerimônia sem alguém que estava se arrumando com você, certo?

2 ou, no máximo, 3 pessoas no hotel seria o número ideal.

Pergunte sempre ao seu maquiador se ele consegue fazer esse número de pessoas no tempo disponível ou se precisa de um assistente.

4 – Não seja Bloqueada no hotel

Outro ponto importante é verificar com o HOTEL se existe um limite de pessoas que possam entrar naquele quarto. Você não quer ser pega de surpresa no dia e muitos hotéis estão limitando para que os quartos não fiquem lotados e haja abusos.


5 – COMA


A maioria das noivas, na empolgação do dia OU porque não querem comer para nao ter barriga no vestido branco, se recusa a comer durante o dia.
Nada disso!!! Proibida!
Tem que almoçar, e muito bem!

Afinal, até a hora da cerimônia, você e o seu corpo precisam estar preparadas para o nível de adrenalina que você vai liberar, além de que, durante a festa você certamente vai beber, mas nem sempre vocês comem.

Aliás, é muito importante ver com o seu cerimonial em qual momento vocês vão sentar e COMER algo antes da festa começar.

O ideal é que assim que vocês terminem a cerimônia, antes da entrada no salão, o Buffet prepare comidinhas e um coquetel para vocês.

Isso não é perder festa! Isso é garantir que vocês poderão beber, se divertir, sem se embebedarem ou darem PT (perda total) no dia do casamento de vocês e perderem parte da festa passando mal, ou ainda, sem lembrar de nada no dia seguinte porque exageraram. A resistência de vocês, com comida no estômago aumenta muito.

Entao, almoce no hotel, incluindo uma massa ou carboidratos, e coma antes de entrar na festa. E essa é uma das poucas coisas que você e o noivo TEM QUE fazer.


6 – Horário de Chegada do Bouquet


Agende com o profissional que fará seu bouquet para que ele chegue cedo o suficiente para que o fotógrafo possa registrar esses detalhes e, claro, que você possa fazer as fotos posadas antes da sua cerimônia.


7 – Beba, descontraia, mas cuidado!


Não exagere nas bebidas alcoólicas antes da cerimônia. Isso vale também,claro, para o noivo. E eles adoram reunir amigos, fazerem churrasco, irem para a piscina, etc, e isso envolve bebidas que podem deixá-los alterados.


8 – Cumpra o horário do Convite!


Respeite os seus convidados e aproveite todos os minutos da sua festa, sem perder nenhum minuto por atraso. E principalmente, não deixe os seus convidados chateados porque você demorou mais de 1 hora depois do horário previsto no convite.


9 -Horário da chegada dos Padrinhos e do noivo?


30 minutos antes do horário do convite.


10 – E as daminhas e pajens?
30 minutos antes do horário do convite.


11 – Chegada dos Pais e do noivo?


No máximo, 15 minutos antes do horário do convite no máximo! O ideal é que seja 30 minutos antes, para receber as pessoas que estão chegando desde o primeiro momento.


Esse é um esforço que vale muito a pena! É difícil os pais chegarem antes do horário do convite porque geralmente se atrasam, mas receber as pessoas, estar mais tranquilos e não chegar em cima da hora e já entrar direto na fila para a entrada fica muito atropelado. EVITEM, e se esforcem para chegar cedo.


12 – Meu pai vai comigo no carro. Pode?


Claro! Só sugiro muito que ele não fique dentro do carro todo o tempo, mas que saia para cumprimentar as pessoas. Afinal, faz parte receber os convidados, ser o anfitrião também, junto com a mãe, os pais dos noivos e os noivos, claro. Fora que é muito mais prático o pai já receber e cumprimentar as pessoas antes da cerimônia do que depois, quando a mãe já tiver falado com todos, mas ele não.
Se ele estiver nervoso, o que é bastante comum, isso vai ajudá-lo a relaxar, sem dúvida.


13 – Quem leva as Lapelas e os bouquets e arranjos de cabeça (quando são naturais) das damas?

Existem duas formas, mas o mais comum é que uma pessoa da confiança da noiva leve para a cerimônia esses itens. Nesse caso, essa pessoa não pode se atrasar de forma alguma, já que o cerimonial depende dela para começar a organização do cortejo, com a colocação das lapelas nos padrinhos. Então, 30 minutos antes do horário do convite no máximo!

Não custa levar no dia grampos e alfinetes para esse fim. Isso é trabalho do cerimonial, mas não custa se precaver.

Outra situação é se o profissional que fizer o seu Bouquet, lapelas, etc, for o mesmo que fizer as flores da sua decoração. Nesse caso, o cerimonial pode (e deve) buscar com ele esse itens e levá-los para o local da cerimônia. Mas, é claro que o bouquet da noiva deve ir antes para o local onde ela estará se arrumando.


Muitas dicas, muitos detalhes, mas organizando direitinho, todo mundo casa feliz e sem atrasos, não é mesmo?


beijocas e ótima semana para vocês.

Carol Souza Lima


Já baixou o meu e-book?


Clica aqui, baixe AGORA e aprenda a Organizar um Casamento Sozinha Sem Stress


Por Carol Souza Lima, em 10/10/2018, 7:18 pm

O dia que eu pedi ao DJ para tocar Atirei o Pau no Gato.

Primeiro de tudo, estou de volta! UAU!
Mas você não está morando em Portugal, Carol? Sim! Estou!
E o que você está fazendo aqui, no blog de casamentos?
Ué! Senti saudades…
Simples assim!

 
E a grande novidade é que vem algo NOVO, ÚNICO, INCRÌVEL pela frente. Juro!
Algo que o mercado de casamentos NUNCA viu. #Choque

Estamos preparando (eu e uma sócia também grande no mercado!) tudo com muito carinho.

 

O fato é que EM PRIMEIRA MÃO, aviso aqui, aos leitores que ainda acompanham esse blog que existe desde 2008, teremos um WEBINAR GRATUITO no dia 30 de OUTUBRO.
O que é Webinar?
É uma aula, um vídeo ao vivo, no Youtube.
Para saber exatamente o que vai acontecer, a página e o horário, e o tema dessa aula, ENVIE UM EMAIL PARA MIM!
Qual email?
contato@carolinasouzalima.com
Com o assunto AULA AO VIVO.

 

Assunto da aula?

“5 itens que reduzem DE VERDADE os custos do seu casamento”

Assim você entrará na nossa lista que receberá o link exclusivo para esse dia de grande ansiedade para nós.
 

 

OK… agora vamos ao que me veio a mente hoje e que me fez escrever esse post.

Estava escrevendo sobre assuntos casamentícios por aqui e do nada me veio a cabeça esse dia.

A noiva era a Viviane, o ano era 2009, se não me falha a memória.

Lembro-me com clareza das reuniões com ela.

Sempre faço perguntas sobre o estilo de casamento, e principalmente o perfil dos convidados, afinal, precisamos saber se teremos muitos senhores ou muitos jovens para dimensionar os lugares sentados.

Lembro-me com clareza da Viviane falando que eram apenas 20 “velhos”. Em toda reunião, eu retrucava, e em toda reunião ela respondia a mesma coisa e ria, e explicava que não tinha muito adulto, que era mais gente jovem naquela lista de 250 pessoas.

 

Mas como vocês podem ter tantos amigos, meu Deus!? Não sei. Sei que vinha uma galera gigante do Sul, a caravana mesmo, e o noivo era do tipo super popular e querido, e o fato é que teriam apenas 20 convidados considerados velhos.

 

Reduzi bastante o número de mesas e pessoas sentadas, claro, mas ainda nao acreditava nesse número.

 

Bem, chegou o dia do casamento. Havia um momento que a caravana do Sul e outros amigos preparam uma surpresa muito engraçada para o noivo, que tinha a lingua presa e não falava o L mas sim o G. Uma bobagem. Uma brincadeira de meninos. Em determinado momento, todos vestiriam uma camisa escrito aquela música do Chiclete com Banana “Cara Caramba Cara Cara Ô” que na camisa em “Homenagem ao noivo era CAGA CAGAMBA CAGA CAGA O” . Uma zueira muito engraçada. 

 

Nem preciso dizer que esses rapazes entraram enlouquecidos, pulando ao som da música.

 

O que eu não falei ainda é que eu estava no “Falecido” Real Astória, e o salão ali era no segundo andar.

E com esse povaréu gigante pulando e gritando, eu sentia o chão tremer, tremer, e pensava que aquilo ia cair. 

Acho que poucas vezes vi pessoas tão ensandecidas assim num casamento, para não dizer animadas. Foi muito divertido, mas eu e minha equipe estávamos com medo. E lembro de ter ido, rindo de nervoso, a mesa do DJ e pedir que ele tocasse Atirei o Pau no Gato ou qualquer outra coisa que fizesse com que o segundo andar não desabasse. 

 

E claro que ele riu, eu ri, ele me ignorou e seguimos naquele frenesi até altas horas.

E advinhem: existiam 17 adultos naquela festa.

 

Nunca duvide de uma noiva!

Que festa! Que dia! Que lembrança boa que me veio a tona.

 

Não deixe de me escrever pedindo acesso a AULA GRATUITA que faremos no dia 30 de Outubro, as 20h, pelo Youtube. 

contato@carolinasouzalima.com 

E, claro, me ajudem a divulgar essa aula comigo ao vivo no dia 30. Chame as amigas, compartilhe esse post, mande pra todo mundo!

O tema não poderia ser mais interessante e mais propício para o momento de crise que estamos vivendo:
 

“5 itens que reduzem DE VERDADE os custos do seu casamento”

 

Beijos grandes e com saudade de uma festinha!
 

Carol

 

Por Carol Souza Lima, em 5/02/2017, 9:00 pm

Ainda sobre os Arranjos Altos … pseudos vilões

Pois é. Eles sofrem. Sempre, aqui e ali, falam mal dele.


A verdade é que as pessoas tem uma certa implicância com os arranjos altos. Acham que eles estão fora de moda, que já se foi o tempo deles, que não se usa mais. E a todo custo, quase sempre, as noivas querem os coitados bem longe das mesas de convidados. E agora, até da mesa de doces.


Claro que isso não é uma regra. E muitas noivas ainda amam a fartura, a beleza e a lindeza que eles são. Porque eles são mesmo IMENSOS e uma obra de arte, colocar ali, flor a flor e num passe de mágica (ou nem tanto…rs) surgir algo feito da mistura de diversas espécies florais, numa composição linda e harmônica.



Mas, voltando… as noivas tendem a querer abominá-lo e já chegam falando que “Nao querem arranjo alto”.


Na maioria dos casos, eu respeito e não colocamos. No entanto, em alguns, é meu dever informar as clientes que eles tem um papel bem importante.


Quando temos um evento de dia, em um lugar verde, florido, bonito por natureza, literalmente, eles, de fato, não fazem falta. Podemos trabalhar numa boa com arranjos baixinhos, minimalistas, coisas simples, garrafinhas ou até os modelos mais gordinhos.


Mas, qdo estamos diante de um salão mais vazio, mais formal, com paredes para todo lado, e muitas vezes um pé direito caprichado, os arranjos altos fazem bastante diferença na decoração.


Imaginem assim: quando as pessoas chegarem , circularem e se acomodarem nas cadeiras, elas ficam maiores do que os arranjos baixos. Ou seja, mesmo que tenhamos mtas flores, infinitas, nas mesas, mas em arranjos de 20 cm , 30 cm de altura, as flores desaparecerão já que os convidados as tampam, quando sentam ou circulam.



Já o arranjo alto tem o seu valor (tadinho) porque ainda assim, mesmo quando a festa inteira resolver ficar de pé, eles ainda aparecerão e o mais importante, farão um efeito de preencher o espaço, o pé direito mais alto será complementado, e ainda assim você terá DECORAÇÂO, flores, efeito, visíveis. Olha so!



Então, pelo post anterior e por esses, o trauma dos arranjos altos fica abolido. hahahahaha Combinado?


A gente usa quando quiser, quando o cliente gostar, quando ele for valorizado, para a alegria de todos.





Beijocas
Carol
contato@carolinasouzalima.com

Por Carol Souza Lima, em 31/01/2017, 6:54 pm

Arranjos Altos – Deixem os Coitados em Paz! :D

Ola, Pessoal!


Eu demoro mas aqui e ali, eu apareço e posto algo bacana!


Em todas as reuniões de flores, praticamente sem exceção, eu e o meu florista escutamos uma frase bem comum das noivas:


“Nao quero arranjo alto! Eles atrapalham muito a conversa!”. Ou variáveis dessa frase, como ” fica um trambolho no meio e as pessoas nao conseguem conversar”.


O fato é que eles NAO ATRAPALHAM!! Jurooo! :O


Imagina uma base de vidro, com 60cm de altura. E lá em cima desse vidro, na boca, um super arranjo. Esse é o arranjo alto. Quando os convidados estão sentados, o que eles tem a frente é apenas um vidro, longo, magrinho, as flores passam la em cima. As flores nao estao no campo visual das pessoas.





Ou seja, os arranjos médios, baixos mtooo volumosos, etc, sao os que realmente atrapalham. Ficam no campo de visão do convidado. Sao lindos, baixinhos e tal, mas dificultam bastante a comunicação e interação. Mas, e essencial uma mistura dos dois tipos de arranjos, ou mais, mto mais, num evento, para dar dinamismo, alegria, modernidade e deixar o convidado de queixo caído.


Alguns exemplos de arranjos altos recentes, para vcs repararem como vidro fica lá em cima, e as flores ainda mais em cima. Vejam a altura da cadeira, onde ficam as pessoas. Viram? Super longe!









Mesmo esse penúltimo arranjo, colorido, com a base espelhada, mas MTOO FININHA, também nao chega a atrapalhar. Os convidados conseguem se ver numa boa, e papear sem limites, desde que o som permita. :)



Então, acabado o mito de arranjo alto atrapalha a conversa, ok!? :)


Em breve mais posts, com mais dicas úteis.:)


Beijocas
Carol


email para orçamentos de cerimonial ou decoração de eventos, em geral: contato@carolinasouzalima.com