Por Carol Souza Lima, em 5/02/2017, 9:00 pm

Ainda sobre os Arranjos Altos … pseudos vilões

Pois é. Eles sofrem. Sempre, aqui e ali, falam mal dele.


A verdade é que as pessoas tem uma certa implicância com os arranjos altos. Acham que eles estão fora de moda, que já se foi o tempo deles, que não se usa mais. E a todo custo, quase sempre, as noivas querem os coitados bem longe das mesas de convidados. E agora, até da mesa de doces.


Claro que isso não é uma regra. E muitas noivas ainda amam a fartura, a beleza e a lindeza que eles são. Porque eles são mesmo IMENSOS e uma obra de arte, colocar ali, flor a flor e num passe de mágica (ou nem tanto…rs) surgir algo feito da mistura de diversas espécies florais, numa composição linda e harmônica.



Mas, voltando… as noivas tendem a querer abominá-lo e já chegam falando que “Nao querem arranjo alto”.


Na maioria dos casos, eu respeito e não colocamos. No entanto, em alguns, é meu dever informar as clientes que eles tem um papel bem importante.


Quando temos um evento de dia, em um lugar verde, florido, bonito por natureza, literalmente, eles, de fato, não fazem falta. Podemos trabalhar numa boa com arranjos baixinhos, minimalistas, coisas simples, garrafinhas ou até os modelos mais gordinhos.


Mas, qdo estamos diante de um salão mais vazio, mais formal, com paredes para todo lado, e muitas vezes um pé direito caprichado, os arranjos altos fazem bastante diferença na decoração.


Imaginem assim: quando as pessoas chegarem , circularem e se acomodarem nas cadeiras, elas ficam maiores do que os arranjos baixos. Ou seja, mesmo que tenhamos mtas flores, infinitas, nas mesas, mas em arranjos de 20 cm , 30 cm de altura, as flores desaparecerão já que os convidados as tampam, quando sentam ou circulam.



Já o arranjo alto tem o seu valor (tadinho) porque ainda assim, mesmo quando a festa inteira resolver ficar de pé, eles ainda aparecerão e o mais importante, farão um efeito de preencher o espaço, o pé direito mais alto será complementado, e ainda assim você terá DECORAÇÂO, flores, efeito, visíveis. Olha so!



Então, pelo post anterior e por esses, o trauma dos arranjos altos fica abolido. hahahahaha Combinado?


A gente usa quando quiser, quando o cliente gostar, quando ele for valorizado, para a alegria de todos.





Beijocas
Carol
contato@carolinasouzalima.com

Por Carol Souza Lima, em 23/10/2012, 7:37 pm

Casamento : Clarisse e Bruno – Caiçaras – Dezembro de 2011

Oi, Meninas!


Estou mais do que atrasada com todos os casórios. Ainda nem sai de 2012. Hahaha E a ansiedade de colocar os casamentos de 2012 aqui, que não se contém dentro do meu corpo????


Pulei alguns casórios que não tenho as fotos de decoração ou que estão num computador antigo que está com defeito e que me atrasa a vida, e vamos ao casório da Clarisse e do Bruno.


Que super casal animado!!!! Nossa!! Animados sempre. Clarisse mto elétrica, mto on line, mto participativa, e mto gente boa. Sempre com a mãe a tiracolo para ver todos os detalhes do casório e o Bruno super envolvido tb. Dificilmente tinha uma reunião que ele não estivesse. Até escolher o tecido da parede o coitado do noivo foi… hahaha

Mas eu não tenho a menor dúvida que ele ia amrradão, contente e feliz da vida e se divertia sempre. Era mto engraçado e a gente batia mtos papos. Encontros regados a risadas. Uma delícia!

Bem, a festa nao poderia ser diferente. Animada do início ao fim. Com direito a sorvete de carrocinha, Geneal na porta e tudo mais. Foi mto bacana e adorei ter feito parte desse dia.



O clima pro dia do casamento era: Cores vivas, quentes, num ambiente bacana, aconchegante. Mas laranja e rosa pink eram as escolhas da Clarisse. E lá fui eu!


Vamos as fotos do Carlos Leandro!!! :)































Beijocas
Carol

Por Carol Souza Lima, em 3/01/2012, 7:20 pm

Mariana + Léo – 3/09/2011 – Jockey Club

Oi!

Passada essa euforia doida de final de ano, vamos começar o ano bem alegre, classudo e cheio de boas vibrações.


Esse foi o clima do casamento da Mariana e do Léo, que planejaram esse dia com tanto carinho, com tanto empenho, e superaram alguns obstáculos para chegar até lá (incluindo, principalmente, a troca do local alguns meses antes!).


A Mari foi a noiva simpatia. Sempre ligada nos emails, sempre atenta aos detalhes, sempre caprichosa, e super mega simpática. Participamos juntas de todas as etapas, desde o iníciozão de tudo, qdo ela sequer tinha o primeiro local escolhido. E ao longo de mtos e mtos e mtos meses, fomos nos dedicando a planejar cada mini detalhe desse dia incrível e cheio de energia da melhor possível que foi o casamento deles.


Não posso deixar de mencionar, de forma alguma, os pais da Mari, SUPER queridos, simpáticos e sempre sorridentes quando nos encontrávamos. Eita, pessoas especiais. Adorava encontrar com eles.


O casório teve a cerimônia na São José, e a festa no Jockey Club do Centro, no tons de laranja, e dourado, com um toque moderno, alegre, mas num ambiente clássico e cheio de “glamour”. Foi minha primeira vez no Jockey do Centro e eu Adorei o resultado final. E, confesso, estava nervosa quando cheguei pra montar… frio na barriga e tudo! Eram pessoas especiais e a gente quer que tudo saia mais do que perfeito, ne?!


As fotos foram feitas pelo Marcos Felice!


Espero que vcs gostem! =)













































Beijos
Carol

Por Carol Souza Lima, em 29/08/2011, 8:00 am

Casamento Marina e Rodolfo – 21 de Maio – Iate Clube



Preparar o casamento da Marina foi uma Saga! E se foi… ela me contratou com uns 8 meses de antecedência e não tinha nada, praticamente. Tinha o local (1). Mas, estava insegura com ele. Ai, trocamos o local (2) . E começamos a ver tudo.


Estávamos felizes e contentes, quando de repente, acontece um problema sério com o outro local. E ai, advinhem? Trocamos o local de novo (3)!! Faltavam 2 meses pro casamento a essa altura.


Ok. Não tinha problema. Reune daqui, refaz o projeto dali, orça coisas de lá, refaz convite acolá e pronto. Festa praticamente pronta. Tudo ia ser no Salão Marlin do Iate Clube Brasileiro, enfim.


Na semana do casamento, no Domingo anterior, estava almoçando com meus cunhados, e vi um email da Marina , super preocupado com o número de convidados. Liguei pra ela domingo mesmo e agendei de ir no Iate no dia seguinte, pq com o novo número de convidados, não caberia no Marlin. Ficaria super apertado.


Resultado: Acordei no Iate CLube na segunda feira e a decisão foi tomada: Mudaríamos a festa toda para a Pérgula da Piscina (4), para comportar confortavelmente o novo número de convidados. Sim: REPAREM que a festa seria no Sábado!!



E ai foi a semana inteirinha dedicadíssima ao casamento dela, mergulhada em tudo para ver o que faltava, aumentando mesa, arranjo, sousplat, cadeira, toalha, refazendo projeto, criando novas coisas e readaptando tudo para o novo espaço, bem maior e diferente do anterior.


Mas, sinceramente? Estava tudo mais do que escrito. O casamento da Marina era mesmo para ser ali, daquele jeito, nesse formato e com o projeto final, da forma que ficou. Ficou da forma que ela queria, com o estilo que ela sonhou e seguindo tudo o que ela sempre quis e admirava nas revistas por aí afora.


A Cerimônia foi linda feita por padre que veio de Minas, cidade da Marina, que tem aquele sotaquezinho gostoso!!, e realizada na charmosa Igreja Nossa Senhora do Brasil. O cerimonial foi feito por mim, e correu tudo bem e lá veio a Marina charmosa, impecável e lindíssima na Direção do Rodolfo.



Um dia daqueles que a gente não esquece… com profissionais competentes por todos os lados, noivos animados, queridos, agradecidos, famílias bacanas e uma festa com um clima delicioso.


Espero que vcs curtam as fotos, num estilo mais “nobre”, “chic” e cheio de classe… do jeitinho que a gente visualizou e a Marina sonhou.


Fotos da Fabricia Soares.















Ficou lindão, ne?! Eu adorei esse resultado classudo, mas cheio de personalidade e charme…


Mais fotos no próximo post, ta!? =)


Beijinhos


Carol

Por Carol Souza Lima, em 19/05/2011, 10:54 pm

Casamento Eugenia e Fábio – Casa de Santa Teresa

Oi!


Continuando as fotos do casório da Eugênia e do Fábio, em 29 de Janeiro de 2011, na Casa de Santa Teresa.



Vamos às fotos da mesa de doces, dos lounges, e da cerimônia! Mto alegre!


Fotos da Juliana Pessoa.











































No próximo post, mais um casório!


E vamos que vamos! =)


Beijocas


Carol Souza Lima


P.S.: Workshop de Assessoria, Decoração e Cerimonial – Dias 11 e 12 de Junho.