Por Carol Souza Lima, em 13/09/2010, 11:00 am

Casamento Marina e Leandro – 31 de Julho de 2010

Se tem 2 palavras que definem a Marina eu diria Doce e Querida. Sempre mto serena, mto tranquila, com uma voz doce, a Marina ia conquistando todo mundo ao longo dos meses que se aproximavam ao casório. E sem falar que a Marina é uma mulher LINDA! Linda!!



Em nenhum momento a vi nervosa, estressada, desesperada ou neurótica. Não mesmo!


Um casal mto fofo, daqueles que estão juntos desde adolescentes, há quase 10 anos, e que se olham e ainda sai aquele brilho dos olhos, que tem carinho um pelo outro, que sao super companheiros e que se conhecem como ninguém.




A família da Marina participou ativamente do casório, sempre estando presente aos nossos encontros, sempre juntos, e sempre mto unidos.


A festa deles teve um clima de família, de pessoas próximas, e foi mto animada! Destaque pra um primo da Marina que roubou a cena, e foi um dos convidados mais divertidos que já vi! Uma figura alegre, e rara que distribuía sorrisos.



A decoração, toda rosa, foi bem clean, com mesas com e sem toalha, e comportou bem os 300 convidados que foram ao Real Astória.


Marina e Leandro, que aquele brilho que eu vi na cerimônia entre vcs permaneça pra sempre!


Beijos!
Carol
contato@carolinasouzalima.com

Twitter @carolsouzalima
Por Carol Souza Lima, em 19/07/2010, 9:30 am

Casamento Maressa e Vinicius – Relato

Chegou o dia de falar sobre o casamento da Maressa e do Vinícius!


E agora? O que eu falo deles? Não sei neeem por onde começar!

Aliás, sei sim! Do começo! Do dia que eu fui encontrar os dois no apto dela (que agora é deles). Primeiro que eu cheguei e tinha uma mesa de quitutes, pastinhas, paezinhos e torradas… Inacreditável! Recepção nota mil de uma boa mineira! =)


E fora o bate papo, o clima, era de se sentir a vontade, de comer um paozinho, explicar como era, como funcionava, o perfil do trabalho, etc… e mais uma torradinha… rsrs


E , de cara, imediatamente, a Maressa e o Vinícius, além de noivos daqueles eternos, inesquecíveis, seriam práticos, e confiariam DEMAIS em tudo o que eu diria. Todas as noivas confiam, claro, mas esse casal era demais. Eu indicava o DJ e eles reuniam, gostavam e já me escreviam em seguida dizendo: “Carol, adoramos! Sentimos mta confiança e já fechamos. Vamos pagar assim, assim, assado!” E foi assim com tudo!

Eu acho que eu já conhecia (e amava!!) tanto a Maressa que no dia que a gente foi ao Saara eu já sabia exatamente quais seriam os 4 tecidos que fariam parte da decoração dela. Era lindo, e nas cores exatas que ela queria.

Aliás, por falar em cores…. eu e Vinícius (e Maressa tb, pq essa aí ri de tudo! sempre!) brincamos mtooo com os tons da festa que a Maressa escolheu: Azul e Chartreuse. Sim, chartreuse!
Que cor é essa??? Oras, vc nunca ouviu falar em Chartreuse? Sua professora na escola nunca te ensionou: amarelo, vermelho, azul, chartreuse???? Estranho!! Pq essa é uma cor mto natural (pra Maressa… ) ela se identificou de cara com o tom do verde e pronto. Era aquele tom de verde, o tal chartreuse, que estava escolhido! E foi assim , falando e repetindo o nome da cor, até o final…  uma figura!



Com o passar dos meses, e dos contatos, e dos mtos emails sempre lindos atenciosos, completos e cheios de humor e risos, eu fui me sentindo atraída demais por esse querido casal. E passamos a arrumar desculpas pra nos encontrar… Rafael fez até um ensaio pros dois, numa tarde bem bacana e divertida no Forte de Copacabana.


E a nossa última reunião, acabaou em jantar no La Mole…. nao foi em Pizza, claro!!


Descrever a Maressa é mto simples: uma menina, menina mesmo, de sorrisão, cheia de alegria, cheia de bom humor, com esse sorriso incrível, com essa beleza rara, com esse olhar que brilha… com essa coisa estranha que contagia, de cara, com aquele leve sotaquezinho mineiro que ainda a permeia de leve…

E o Vinícius, vc pode achar que ele é durão, que é sisudo, no alto de seus quase 2metros , esguio, mas é um cara simples, querido, engraçado (sim!!), divertido, mto simpático, e que faz da Maressa essa pessoa encantadora. É daqueles casais que juntos se completam, se unem e que vc percebe que serão mto mto mto felizes.
Ah, sim! E como não falar das planilhas do Vinícius!! Não poderia jamais esquecer! Desde o primeiro encontro (aquele regado à pastinhas e torradinhas), ele mencionou uma certa “pscicose” , quase um TOC, com relação a sua querida e amada planilha diária de gastos, projeções, etc e nada, nada nada escapa das garras do Excel. Tudo contabilizado. Cada desconto era avaliado. Valeria a pena pagar agora ou deixa pra pagar depois? Vinícius responde! Confesso que sempre morri de inveja da planilha dele, algo que nunca vi mto a fundo, mas que só por ele começar a descrever, já me sentia fora daquele planeta.. =)



E o orçamento foi um “pouco” pro espaço, e a alegria deles dominou os números. E no dia do casório, dia 4 de Junho de 2010, na Santa Margarida Maria e no Clube Marimbás, vcs não imaginam a alegria, a emoção e dia lindo que foi…



Eu até passei por lá pra dar um beijinho nela!!! Mas, isso é só pq ela estava no Sofitel, em frente ao Marimbás, onde eu arrumava tudinho…




A cerimônia foi de mta emoção, com um padre que veio de Minas celebrar o casório deles. Todos tão felizes, tão educados, padrinhos queridos, e as lágrimas de emoção da Maressa entrando (as MINHAS tb!!!!) , a carinha do Vinícius dizendo TE AMO, com os olhos tão marejados, e o lindo canto da Juliana Sucupira a cada momento deu um toque realmente inesquecível…



Tudo deu mto certo, a decoração ficou linda com seus azuis, rosas, brancos e chartreuse… e a animação, a energia boa, a grande quantidade de pessoas que entupia a pista, e o povo não parou nem por um minuto.. até a última música!!!



O post ficou gigante!!! Meu Deus!!! Para quem leu tudo, até aqui, deixe um comentário! =)



Maressa e Vinícius, o que MAIS desejar pra vcs? MAIS alegria, MAIS felcidade, MAIS momentos felizes, MAIS números na planilha (que agora vai engordar um pouquinho! hahaha), e MAIS tudo, pq é TUDO mesmo o que vcs merecem.



Que venham as Bodas.. e eu sei que eu vou estar por lá! ;D


Fotos da Incrível Fabricia Soares que tb arrasou no post sobre eles.


Beijocas mil
Carol
contato@carolinasouzalima.com
Twitter @carolsouzalima
Por Carol Souza Lima, em 7/07/2010, 6:21 pm

Casamento Mari e Sjur – Relato


Chegou a hora de falar sobre o casamento da Mari e do Sjur. Sim, esse é o nome do noivo. É norueguês. E um fofo! A Mari, a noiva, uma pessoa super tranquila, calma, decidida, mas com tudo sempre sob controle, e respirando tranquilidade.
A Mari e o Sjur me contrataram há bastante tempo… passaram alguns meses aqui, eu acompanhei em várias reuniões e fornecedores e dps voltaram pra Noruega e só apareceram no RJ novamente 10 dias antes do casamento deles.


Durante esse período de “ausência”, a gente definiu ainda mtos itens por email… mtas coisas mesmo.. e tudo saiu bem bacana no dia.


O Sjur escolheu a casa de santa teresa pra ser o “palco” do casório, mas a Mari queria algo bem romântico, com um toque vintage, com um ar mais provençal, móveis antigos, etc.


Seguimos uma linha bem diferente das que geralmente faço na casa de santa teresa e ficou tudo branco, patinado, romântico, rosinha, tecidos leves… e móveis antigos!


A Mari participou de tudo e foi mto tranquila, mto querida. O Sjur estava preocupado com o serviço, se as pessoas comeriam, se o som seria mto alto, tudo por conta da diferença dos eventos europeus e a nossa bagunça por aqui…rsrs Além disso, tinham 40 convidados noruegueses… e o Sjur usou traje típico, liiiiindo de morrer! Parecia um príncipe mesmo, a la Wal Disney!!


Mas, qual não foi a minha surpresa ao receber um telefone e um email carinhosos dos dois, agradecendo mto e dizendo que foi tudo perfeito!

Que felicidade e que noite agradável, bacana, animada e recheada de sorrisos e alegria!


Mais fotos da fotógrafa oficial, Andrea Paes serão colocadas em breve, por enquanto fiquem com o Noivo , já com o traje normal….




Beijos mil a todas!

Carol
contato@carolinasouzalima.com
@carolsouzalima (Twitter)
Por Carol Souza Lima, em 16/04/2010, 11:17 pm

Natasha + Alexandre – Parte 1

Ola!

Essa foi uma semana super cheia aqui no blog, né!?!?

O pessoal que acompanha, que segue, gostou de ver o volume de posts!! =)


No último sábado, dia 10 de Abril de 2010, casaram-se Natasha e Alexandre. O local escolhido foi a Mansão das Heras. O primeiro item que eles escolheram desse casamento fui EU! E como fico grata e feliz pela missão que me foi dada, e cumprida!


Tá preparada? O post de hoje é grande, é meloso, é romântico…. como poucos que eu já escrevi até hoje!



Vcs não imaginam como seja esse casal de noivos. A Natasha é uma menina doce, fofa, querida, sempre meiga, sempre atenciosa e sempre detalhista e exigente. Jamais chata! Jamais arrogante! Um exemplo de noiva que sabe o que quer, que fica insegura, fica indecisa para tomar decisões, sim, mas que acredita na decoração e no cerimonial que contratou. E isso deixa a gente extremamente feliz! Vcs nem imaginam como é gostoso fazer cada pedacinho de um casamento enorme como esse, onde os noivos são assim tão gente boas.


Desde o início, sabíamos que seria um super evento! A começar pelas reuniões para a escolha do local, e da minha persistência em não fecharem pacote de casa de festas, mas sim apenas a casa, para que pudessemos, juntos, ver cada coisinha inha inha do casamento deles. E , de fato, não tenho nenhuma dúvida, que foi a decisão certa! A Natasha não era noiva que se encaixava no pacote, era noiva que queria um dia perfeito e coberto de detalhes lindos. E foi assim que tudo correu.


Como tudo estava perfeito demais, a semana do casório foi intensa, trágica, dramática. Mta chuva, nunca antes vista, catástrofes, tristezas, e uma sensação de que tudo iria literalmente por água abaixo.


O Local escolhido , exatamente pelo seu enorme e lindo gramado, passou a ser o nosso maior problema, e ao final, a nossa maior felicidade.  Localizado no Alto da Boa Vista, com os acessos fechados, barreiras caindo e convidados desesperados se iriam ou não, com a cerimonia absolutamente programada para ser ao Ar Livre, sem plano B, praticamente. O plano era casar no gramado. E foi essa a frase que repetimos ao longo de toda a semana. A Natasha e o Alexandre vão casar no gramado, sem chuva! E assim torcemos mto, e como!!, e assim foi! Um sábado de sol, de querer estender a canga no super gramado, e ficar ali, esquecendo o que aconteceu naquela semana pavorosa.


Claro que várias medidas foram tomadas para que tudo corresse tranquilamente no sábado, ainda mais em função do precário acesso ao Alto. Mas, com ótimos fornecedores, foi tudo perfeito.


Sábado eu cheguei bem cedo com a minha equipe e as 9:00 da manha os móveis se posicionavam a passos largos. Cada um no seu cantinho, cada um no espaço que a gente planejou por tantos meses…


Foram mtas reuniões, mtas mesmo! Incontáveis!! E todas sempre animadas. Às vezes,esquecíamos o assunto casamento e conversámos como velhas amigas, contando casos antigos, histórias da faculdade, etc…


E , claro, não posso deixar de comentar do Noivo!! Alexandre! Que menino mais querido! Educadissimo, um lord, romântico, e que fez um pedido de casamento de dar inveja a qualquer romance shaskperiano, e como todo noivo, sempre preocupado com o orçamento, mas querendo ao máximo agradar a Natasha. E foram assim até o final..


É engraçado como a gente vai conhecendo a família, os amigos, e como a gente acaba ficando super conhecido das pessoas que a gente nem conhece.


Quando comecei a arrumar o cortejo, às 19:20, as madrinhas todas só falavam assim: “Vc é que é a Carol?? Ih… já ouvi falar mto de vc!!”.. E como é gostoso ouvir isso..nada é mais compensador!


Tudo correu belíssimamente! Pela primeira vez, em mais de 1 ano de convívio, vi a Natasha nervosa, tremendo, sem conseguir se controlar. Tirá-la do carro, junto com o seu pai, foi um momento lindo, único, que eu espero que ela guarde para sempre.


Belíssima no seu vestido Mariana Kuernez, lá foi ela, ao som da mais tradicional das marchas, pelo gramado, a céu aberto, tremendo de nervoso, com os lábios que não paravam quietos, um sorriso estupendo, realizando o sonho de casar com alguém que é mais do que especial, uma amizade que se transformou em amor e que durará eternamente, sem dúvidas…



Estou mto sentimental hoje, né?


Confesso que realmente, o casamento da Natasha foi mto bacana, repleto de energia boa, de gente feliz, de momentos que a gente quer que fiquem ali congeladinhos para sempre, pra ficar revendo como a vida é realmente bela, por mais clichê que isso seja.


Casar com o seu amor, numa festa deslumbrante, depois de uma semana anormal e extremamente tensa, sob um céu de estrelas, fez daquele dia um conto de fadas… e olha que poucas vezes eu sou cafona e fico falando essas coisas, vcs sabem , ne!?!?


Dps dos mtooooooooos elogios à decoração, criada por mim, juntamente com a noiva, a cada passo, cada detalhe, e com a minha equipe, só posso mesmo agradecer a Natasha e ao Alexandre, assim como às famílias por terem proporcionado essa noite tão bacana para nós todos, fornecedores e convidados.


Desejar felicidade a vcs seria absolutamente redundante, mas assim eu farei: Mtas, mais felicidades para vcs dois! E que esse brilho no olhar seja eterno!


Um grande beijo!!!

Carol
contato@carolinasouzalima.com
Por Carol Souza Lima, em 26/01/2010, 1:43 pm

Flávinha e Serginho: Enfim!!

Estou realmente mto sem tempo, meninas!   Amanhã entro de férias e quero postar e deixar programado as fotos do casamento da Querida Flavinha e do Serginho. Esse meu dia hoje vai ter que ter 60 horas, mas vai dar tudo certo!


Começar a falar da Flavinha sem lembrar do primeiro dia que eu a encontrei, ainda na casa dos meus pais, há mtooo tempo atrás, mto mais de um ano pro casamento dela, que foi dia 19 de dezembro no Real Astoria, é realmente impossível.


A Flavia sempre falou do casamento como se fosse algo realmente inesquecível, fundamental e vital pra felicidade dela e do Sergio. E realmente, era! Não era fogo de palha, não era festa por festa, era a comemoração de um relacionamento bacana, maduro e de mto carinho. Para a Flavinha, era realizar mesmo um sonho.

O Serginho sempre foi mtoooooo participativo, do jeito caladão dele, claro, mas mto querido e sorridente. No começo, antes de fechar com o Real Astória, visitamos um monte de casas de festas juntos e  justo numa época de mtos estudos pra ele. E eu lembro dele estudando no carro, e a gente tagarelando sobre casamento… um santo!



E nos encontramos algumas vezes, fora do ambiente “profissional”, em dezembro de 2008, no casamento da Dani, e em Fevereiro, em pleno fervilhão do Carnaval Carioca! hahahaha

O mais interessante da Flávia foi ver como ela persisitente nas idéias e nos valores. Sempre dizia: “Carol, só podemos gastar X com isso.” E eu, coitadinha de mim, tinha que ACHAR, PRODUZIR o fornecedor com o preço que ela achava justo pagar e, o melhor, fazendo do jeito lindão que ela queria!  Foi realmente uma aventura emocionante!



Não falo isso como crítica, de forma alguma, a Flávia sempre soube mto bem o valor do dinheiro e o orçamento da festa dela. Não poderia chutar o balde ali e aqui e acolá pq no final, a conta não batia. E foi assim, super realista, de uma forma mto bonita e pé no chão até o final.

No começo, até faltando bem pouco tempo pro dia do casamento , as cadeiras seriam as do próprio Real Astória, que não sao as mais lindas do mercado, convenhamos, mas ela estava feliz e sorridente mesmo assim, pensando em outras coisas, interessantes e que valorizassem o casamento dela. Ela sequer falava das cadeiras. Pronto. Era assunto encerrado. Nao terei e acabou! Mas, no fim, não é que as cadeiras lindonas apareceram, né, Flavinha! E que alegria, MINHA E DELA, de saber que teríamos mesa da familia sem toalha e cadeiras branquinhas da Portal! Um luxo!!


Cada noiva tem o seu perfil, o seu jeito, e esse foi um casório suado, batalhado, feito com mtooo carinho, com mto amor, mesmo. Dona Mércia, sempre mto presente, viu todos os detalhes com a filha e esteve sempre ajudando e fazendo de tudo pra que a festa fosse um sonho realizado pra familia toda.


Aliás, familia bacana mesmo as duas!
Fizemos mtas reuniões, mtaaaas mesmo, e emails? Nossa! Melhor nem contar! Foram mais de mil , sem a menor duvida.

Passamos pelo processo de escolher o tecido da almofada, o composè que não existia e que a gente criou dps de mtos MMS vindos diretamente do Saara!  Os vasos espelhados que ela queria, não queria, e acabou querendo.. e provas de arranjo, de doces,  o bolo que deu errado no meio mas que ficou lindão no fim, enfim, são mtas emoçoes (já dizia o Rei…)  e etapas que nos levaram até esse dia inesquecível para ela , pro Sergio e pra familia dos dois.


Eu espero , de verdade, que tenha sido um prazer pra eles compartilhar e vivenciar tudo isso comigo, na minha presença, porque pra mim, certamente, foi!

No dia, eu fiquei extremamente feliz com o resultado. Ficou realmente MTO bonito! A mesa de doces, que ela tinha medo de ficar pobrezinha, vazia, sem graça, ficou um escândalo!!! E as bandejas dos doces, sempre bem simétricas… =)

A festa foi um sucesso, com mta animação, chinelinhos na pista, escola de samba, passistas e tudo o que se tem direito!



Flavinha, chegou a sua hora! O seu post! E chegarão tb mtas fotos!!! Eba! Chegou super atrasado, mas chegou a sua vez!

Tenho MESMO um graaande carinho e uma grande saudade dessas noivas que apostaram em mim, lá no início, quando eu não tinha portfólio, qdo eu não era nadinha de nada… e a Flavinha, sem dúvida, tá nessa listinha!!!

Beijocas e que vcs dois sejam MTOOO felizes!!!


Carol

contato@carolinasouzalima.com





P.S.: Tem pouca foto nesse post? Passem aqui  nos próximos dias e vejam quantas mais terão!!!  Vou colocar em partes, ok!?